L O A D I N G
blog banner

Com faturamento superior a US$ 1 bi, Airbnb quer abrir capital em 2020

Com faturamento superior a US$ 1 bi, Airbnb quer abrir capital em 2020



Clique para copiar

https://itmidia.com/com-faturamento-superior-a-us-1-bi-airbnb-quer-abrir-capital-em-2020/

O Airbnb, startup de agendamento de quartos e casas, anunciou na semana passada sua intenção de abrir capital na Bolsa de Valores americana em algum momento de 2020. Caso o plano prossiga, ela irá se juntar ao time de Spotify, Uber e Slack como startups que colocaram seu negócio à disposição de investidores.
Em um comunicado breve, a marca informou que “A Airbnb, Inc. anunciou hoje que espera se tornar uma empresa de capital aberto em 2020. Este comunicado de imprensa está sendo feito de acordo com a Regra 135 da Lei de Valores Mobiliários de 1933 e não constituirá uma oferta de venda ou a solicitação de uma oferta de compra, quaisquer valores mobiliários”. Traduzindo: ela já realizou os procedimentos iniciais para formalizar sua entrada na Bolsa americana.
Unicórnio diferente
O histórico atual não está sendo muito positivo para as startups que se aventuraram no mercado financeiro: as ride-hailings Uber e Lyft, por exemplo, estão com resultados bem aquém dos esperados pelos analistas financeiros. Isso, sem falar no caso da WeWork, que acabou de postergar seu IPO por conta da desconfiança de investidores de que ela ainda não está estruturada o suficiente para manter sua operação.

Porém, os ventos podem trazer resultados melhores para o Airbnb. A companhia fechou o segundo trimestre de 2019 com uma receita de US$ 1 bilhão, a segunda vez consecutiva de lucro. Além disso, ela anunciou à Reuters que lançará uma campanha de marketing multimilionária para incentivar tanto novos usuários e anfitriões a utilizar seus serviços.
A Reuters também informou que, em 2017, o Airbnb registrou receita de US$ 2,5 bilhões, aumento de mais de 50% comparado com 2016. Se o ritmo atual prosseguir, a expectativa é de que a empresa consiga manter os bons números e seja capaz de trilhar uma história diferente do que a maioria das empresas disruptivas.
 


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *