L O A D I N G
blog banner

Facebook estaria disposto a pagar ‘milhões’ para veículos de mídia

Facebook estaria disposto a pagar ‘milhões’ para veículos de mídia



Clique para copiar

https://itmidia.com/facebook-estaria-disposto-a-pagar-milhoes-para-veiculos-de-midia/


O Facebook teria oferecido a vários veículos de comunicação milhões de dólares para exibir e distribuir conteúdos desses veículos em uma futura seção de notícias que a rede social planeja lançar ainda este ano, informou uma reportagem do Wall Street Journal. De acordo com o jornal, ABC News, The Washington Post e Bloomberg estão entre os veículos contatados pelo Facebook.

O WSJ cita porta-vozes do Facebook, que pediram anonimato, para afirmar que a empresa de Mark Zuckerberg estaria disposta a pagar até US$ 3 milhões por ano para licenciar reportagens e outros conteúdos de grandes veículos.

Segundo informações do The Guardian, uma pessoa próxima ao assunto confirmou que o Facebook se aproximou da News Corp para oferecer o pagamento de uma licença também pelas reportagens do Wall Street Journal. Entretanto, reporta que ainda não está claro se o Facebook ofereceria US$ 3 milhões para cada empresa de mídia ou este seria um valor total para os novos esforços do Facebook.

O movimento do Facebook, se confirmado, iria de encontro a responsabilidade que muitos órgãos cobram da maior rede social do mundo. Nos últimos anos, o Facebook é questionado sobre se o império que construiu para si não poderia também ser considerado como uma empresa de mídia e regulado como tal. Ao mesmo tempo, questiona-se que o modelo de negócios que ergueu – assim como o Google – baseado em anúncios personalizados por algoritmo, canibalizou toda uma indústria de mídia.

Vale lembrar que, no Brasil, o Conselho Executivo das Normas Padrão (Cenp), que engloba entidades como a Associação Nacional de Jornais (ANJ) e a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), passou a considerar a partir de julho deste ano, plataformas midiáticas on-line como veículos de comunicação.

 



Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *